GRUPO PIPES EMITE COMUNICADO

PIPES COMUNICADO

 

O Grupo PIPES Empreendimentos acompanhando a dinâmica e a expansão do COVID-19 e H1N1, vem atuando e seguindo as determinações e orientações dos órgãos de controle sanitário e de saúde do país, com muita cautela e para ajudar nos esforços preventivos, especificamente de nosso Município, fechará temporariamente seu Complexo Turístico Pedra Caída, Pousada PIPES, Cerâmica PIPES, Estaleiro PIPES, Escritório PIPES, mantendo os serviços essenciais à população e ao desenvolvimento de suas atividades de travessia fluvial.

A decisão acontece no momento em que os casos de pessoas com suspeitas de COVID-19 aumentam no Estado do Maranhão e que casos de H1N1 são confirmados por órgãos de Estado, fazendo com que o Governo declarasse estado de Calamidade Pública.

Com o intuito de resguardar eventuais riscos à saúde de nossos clientes, colaboradores, familiares e da população, o Grupo PIPES muda às posições anteriormente adotadas seguindo a dinâmica dos acontecimentos.

O Grupo informa que os Serviços de Atendimento ao Público estará em quarentena, portanto, SUSPENSOS  A PRESTAÇÃO DE SERVIÇOS DA:

POUSADA PIPES. COMPLEXO TURÍSTICO PEDRA CAÍDA, CERÂMICA PIPES, ESTALEIRO PIPES e ESCRITÓRIO PIPES.

 

PIPES4

GRUPO PIPES EMPREENDIMENTOS LTDA

 

 

Grupo PIPES lança novo produto turístico na Chapada das Mesas

 

O novo produto turístico com o DNA do Grupo PIPES foi apresentado  para convidados e imprensa neste sábado, (09/11), onde o Presidente do Grupo PIPES, Pedro Iram, acompanhado do Gerente Operacional Jayme da Pipes e o Diretor institucional da empresa, Antônio Lucena, fizeram o lançamento do IATE PIPES como o novo produto turístico na Chapada das Mesas, que vai navegar pelas águas do Tocantins levando turistas e convidados para apreciar as belezas de um dos rios mais belos do Brasil, o Rio Tocantins.

O Grupo PIPES Consolida mais  um forte produto turístico e novo atrativo para as pessoas que visitam a região.

No lançamento a diretoria da PIPES levou seus convidados, representantes da Capitania dos Portos do Maranhão, SEBRAE, Superintendente da Secretaria de Turismo do Maranhão, na Região Tocantina, Beto Kelner, membros do trade turístico de Carolina, Agências de viagens, para apreciar o fim de tarde e conhecer o roteiro  traçado e contemplar as belíssimas paisagens do nosso paraíso.

 

Programação do IATE PIPES: 

 Todos os Sábados o Iate PIPES vai as 17:00h, em passeios pelas margens do Rio Tocantins, tendo sempre uma trilha sonora com o som de artistas locais. O valor individual cobrado pelo passeio é de R$ 50,00 por pessoa.

Além disso, o IATE PIPES, que tem capacidade para 160 pessoas,  terá trilha sonora com o som de artistas locais. Também estará disponível para locação para eventos, como casamentos, aniversários e confraternizações de empresas.

O Sebrae como entidade que apoia o Turismo no Brasil e em especial no Maranhão, se sente orgulhoso em participar desse marco. Com a certeza de quem já contribuiu e continua contribuindo muito para o crescimento desse importante setor, o Sebrae se coloca como parceiro do seguimento do turismo na Chapada das Mesas”, ressaltou André Veras, gerente Regional do Sebrae

 

 

 

 

 

 

Carolina: Polícia Civil prende acusado de estupro

_20190731_212242
Foto: Polícia Civil

A Polícia Civil do Maranhão, através da Delegacia de Polícia Civil de Carolina/MA, juntamente com a Polícia Militar, deu cumprimento a mandado de prisão preventiva em desfavor de TALIS CLEISON em razão da prática do crime de estupro qualificado ocorrido durante uma festa no povoado Itapecuru (Município de Carolina/MA). O preso foi encaminhado à unidade prisional onde ficará à disposição da Justiça.

Informações da POLICIA CIVIL DE CAROLINA_MA

IMG-20190731-WA0276.jpg

Promoção no Complexo Turístico Pedra Caída

informações.png

PROMOÇÃO

Portaria

Inteira R$ 40,00, desconto válido de segunda a quinta.*

Meia R$ 20,00 desconto válido de segunda a quinta.*

*Os valores promocionais referente a portaria podem sofrer alterações, sem prévio aviso.

Hotel

Promoção para check-in feitos de segunda até quinta-feira, com checkout até sexta-feira às 12h. Válida por tempo limitado. Não contempla feriados nacionais nem antevéspera e véspera de feriados nacionais.

APARTAMENTOS

Até 40% de desconto nas diárias para check-in feitos de segunda até quinta-feira, com checkout até sexta-feira às 12h.

CHALÉS

Até 50% de desconto nas diárias para check-in feitos de segunda até quinta-feira, com checkout até sexta-feira às 12h.]

 

Carolina_Maranhão

CHAPADA DAS MESAS

FONES 

  • (99) 3531-2426 | (99) 3531-2318. 
  • E-MAILS 
    • reservas@pedracaida.com | Para reservas e informações de reservas. Das 08h as 16:30h todos os dias.
    • pedracaida@pedracaida.com | Atendimento ao cliente, reclamações, elogios e sugestões.

    WHATS WhatsApp

    • 99 9 8127 4597 | Para informações rápidas*,  Das 08h as 16:30h todos os dias.

    *Não negociamos valores nem efetuamos reservas por WhatsApp.

Carolina: Promotoria investiga CONDIÇÕES DE FUNCIONAMENTO DAS ESCOLAS DA ZONA RURAL

promotr.jpg

Prédios sem reformas, Transporte escolar “PIRATA”, sem merenda escolar, sem carteiras e sem cumprimento da carga horária…. Esses são alguns dos relatos depais e alunos da zona rural de Carolina.

E considerando todos os registros efetuados na Promotoria de Justiça de Carolina, Dr. MARCO TÚLIO RODRIGUES LOPES resolve:

DETERMINAR abertura do Procedimento Administrativo Stricto sensu nº 0000866-012/2018 / ACOMPANHAMENTO, para o regular acompanhamento da matéria versada, ou seja, Inspeção e Fiscalização que trata das CONDIÇÕES DE FUNCIONAMENTO DAS ESCOLAS DA ZONA RURAL-, devendo o setor administrativo desta Promotoria de Justiça registrar a presente portaria em livro próprio E NO SISTEMA SIMP, autuá-la, afixá-la em local de costume e encaminhá-la para publicação, registrando as informações abaixo na capa dos autos, conforme RESOLUÇÃO Nº 22/2014 – CPMP:

#POUSADA PIPES NA CHAPADA DAS MESAS

 

 

http://www.pousadapipes.com/ # (99) 3531 8437 // 3531 – 8438 // 98197 -0074
A Pousada PIPES está com uma promoção imperdível! Durante todo o mês de janeiro de 2019, nossas diárias estão com 25% de desconto, para estadias feitas de domingo à quinta-feira. Não vai ficar de fora dessa, né? Garanta sua reserva e venha viver o melhor da Chapada das Mesas

Carolina: Promotoria de Justiça consegue internação de Samuel(andarilho da BR230)

JUSTIÇA DE CAROLINA INTIMA  A SECRETARIA MUNICIPAL DE SAÚDE DE CAROLINA/MA (10 de Dezembro de 2018) PARA PROVIDENCIAR  A INTERNAÇÃO DO SR. SAMUEL  Em manifestação Ministerial o hospital Nina Rodrigues foi solicitado para  que o assistido seja internado.

49938380_346088142665498_2742278052321951744_n
Divulgação

EM PROCESSO DE 2016, Nº 1355-84.2016.8.10.0081, Autor:MINISTÉRIO PÚBLICO réu: ESTADO DO MARANHÃO réu:SAMUEL,  O MINISTÉRIO PÚBLICO DO MARANHÃO Ação: INTERNAÇÃO COMPULSÓRIA REQUERENTE: MINISTÉRIO PÚBLICO ESTADUAL REQUERIDO: ESTADO DO MARANHÃO DECISÃO LIMINAR Vistos, etc. O MINISTÉRIO PÚBLICO ESTADUAL ajuíza PEDIDO DE INTERNAÇÃO COMPULSÓRIA, requerendo tutela de urgência, em favor do morador de rua conhecido como “Samuel” em face do ESTADO DO MARANHÃO informando que, segundo relatórios médicos, o internando é portador de “Esquizofrenia”. Destaca que o mesmo necessita, em caráter de urgência, de INTERNAÇÃO COMPULSÓRIA, para tratamento de seu quadro psiquiátrico e clínico. Afirma que outras formas de tratamento do internando foram infrutíferas. Salienta que a ausência da internação urgente do enfermo em estabelecimento fechado e adequado ao seu tratamento poderá lhe ocasionar grave comprometimento da saúde e risco de morte. Alega que não foram tomadas as providências pelas autoridades competentes. Pleiteia, assim, pela concessão da tutela de urgência, para que seja determinada a internação compulsória do enfermo, em estabelecimento público adequado, pelo tempo necessário ao tratamento e recuperação, ou, se não houver vagas para internação imediata na rede pública, em estabelecimento particular congênere que possua segurança suficiente para evitar fugas (às expensas do Estado do Maranhão), para o tratamento médico adequado, inclusive com a condução e transporte do paciente. Sucintamente relatado. Decido. Conforme relatado nos autos, o morador de rua é portador de Esquizofrenia. As ações e serviços na área da saúde têm por diretriz o atendimento integral do indivíduo, onde se inclui o fornecimento do tratamento necessário à preservação da saúde e da vida. Destarte, sendo a saúde direito de todos e dever do Estado prestá-la de maneira adequada, não se pode permitir uma situação em que portadores de uma doenças graves, como é o presente caso, não receba o tratamento compatível. De se registrar que o Sistema de Saúde permite a compensação entre Institutos, e é obrigação do poder público, e não faculdade, garantir a integral assistência à saúde. Além disso, prescreve o art. 196, da Constituição da República: “Art. 196. A saúde é direito de todos e dever do Estado, garantido mediante políticas sociais e econômicas que visem à redução do risco de doença e de outros agravos e ao acesso universal e igualitário às ações e serviços para sua promoção, proteção e recuperação.” Nesse diapasão, já se posicionou a jurisprudência: EMENTA: AGRAVO DE INSTRUMENTO – INTERNAÇÃO COMPULSÓRIA – ANTECIPAÇÃO DE TUTELA – ART. 273 DO CPC – PRESENÇA DOS REQUISITOS – DEFERIMENTO – PARCIAL PROVIMENTO DO RECURSO – INTERNAÇÃO EM ESTABELECIMENTO PÚBLICO. O direito à saúde é fundamental, consequente da consagração da dignidade da pessoa humana como fundamento da República do Brasil e do direito à vida; rege-se pelos princípios da universalidade e da igualdade de acesso às ações e serviços de atribuição do Poder Público (art. 196 da CR), através do SUS – Sistema Único de Saúde. Para o deferimento da antecipação da tutela de pretensão do mérito exige-se, quanto ao direito subjetivo do litigante, prova robusta, inequívoca e pré-constituída, bem como verossimilhança de suas alegações. Presentes tais requisitos, há elementos suficientes ao deferimento da pretensão antecipada, sendo esta a inteligência do art. 273 do CPC. (Processo: Agravo de Instrumento Cv 1.0024.12.316453-5/001. Relator: Geraldo Augusto. 1ª Câmara Cível. Comarca de Origem: Belo Horizonte. Data de Julgamento: 21/05/2013. Data da publicação: 29/05/2013.) EMENTA: APELAÇÃO CÍVEL – AÇÃO CIVIL PÚBLICA – TRATAMENTO AMBULATORIAL COMPULSÓRIO DE PACIENTE PORTADOR DE DOENÇA CONTAGIOSA -TUBERCULOSE – VEDAÇÃO PELO ORDENAMENTO JURÍDICO – INEXISTÊNCIA – OBSERVÂNCIA DE NORMAS CONSTITUCIONAIS E INFRACONSTITUCIONAL – POSSIBILIDADE JURÍDICA DO PEDIDO – VERIFICAÇÃO. – Apesar do ordenamento jurídico não cuidar expressamente do tratamento ambulatorial compulsório de paciente portador de tuberculose, tal fato não pode ser entendido como ausência de direito, em especial, considerando-se que nos casos em que verificada a omissão da lei, mostra-se possível a aplicação da analogia, dos costumes e dos princípios gerais de direito, nos termos do disposto nos arts. 4º da LICC e 126 do CPC.” (Processo: Apelação Cível 1.0261.11.001951-8/001. Relator: Des. Elias Camilo. 3ª Câmara Cível. Comarca de Origem: Formiga. Data de Julgamento: 08/09/2011. Data da publicação: 16/09/2011.) Ademais, o perigo de se aguardar a decisão final é correlato ao risco de danos irreparáveis à vida e à saúde do internando e de terceiros, que podem ser atacados pelo mesmo. Afastada a hipótese de risco de irreversibilidade da medida antecipatória ora deferida, tendo em vista que a saúde do enfermo, bem jurídico tutelado pela presente decisão, deve ser resguardada mesmo quando a providência reclamada implique a adoção de medidas administrativas e gastos extraordinários. O risco de irreversibilidade maior, como visto, está correlato aos possíveis danos à saúde da parte. POSTO ISSO, DEFIRO O PEDIDO DE TUTELA DE URGÊNCIA pleiteado pelo MINISTÉRIO PÚBLICO ESTADUAL e, por consequência, determino que o ESTADO DO MARANHÃO providencie a internação compulsória, bem como o transporte e condução de SAMUEL, no prazo de 72 (setenta e duas) horas, a contar da intimação da decisão, em estabelecimento público adequado, ou, se não houver vagas para internação imediata na rede pública, em estabelecimento particular congênere (às expensas do Estado do Maranhão), para tratamento pelo período que for necessário ao seu tratamento e recuperação, sob pena de multa diária no valor de R$ 1.000,00 (mil reais), limitada a 15 (quinze) dias, em caso de descumprimento. PARA VIABILIZAR O RESULTADO PRÁTICO EQUIVALENTE AO ADIMPLEMENTO DA OBRIGAÇÃO DE FAZER EM EPÍGRAFE, FICA, DE LOGO, AUTORIZADO O BLOQUEIO JUDICIAL DAS CONTAS DO ESTADO DO MARANHÃO, LIMITADAS AO MONTANTE (a ser eventualmente informado pelo Ilustríssimo Representante do Ministério Público Estadual), mediante diligência a ser cumprida, no prazo de 24 (vinte e quatro) horas, pelo Gerente do Banco do Brasil de Carolina/MA ou por meio do convênio BacenJud. Defiro o pedido de Justiça Gratuita. Autorizo a nomeação de curador provisório, na forma sugerida no item “b” de fl. 20. Expeça-se o necessário, inclusive o competente termo. Defiro o apoio de força policial, e acompanhamento por médicos designados pela Secretaria Estadual de Saúde, caso o internando ofereça resistência. Cite-se e Intime-se o Estado do Maranhão. Ao Estudo Social (nos moldes do item “e” de fl. 21). Oficie-se a Delegacia de Polícia local (item “e” de fl. 21). Vistas a Defensoria Pública e ao Ministério Público Estadual. Por motivo de celeridade e economia processual esta decisão será expedida em três vias e terá força de mandado/ofício/carta precatória. Cumpra-se com URGÊNCIA. Citem-se. Publique-se. Registre-se. Intimem-se. Carolina/MA, 14 de novembro de 2016. Juiz MAZURKIÉVICZ SARAIVA DE SOUSA CRUZ -Titular da Vara Única da Comarca de Carolina-

 

 

 

22 de Novembro de 2016.

 ÀS 13:19:50 – Expedição de OFÍCIO

Ofício n.º 1188/2016 – SJ. Carolina, 22 de novembro de 2016. __________________________________ Ilustríssimo (a) Senhor (a) PROCURADOR GERAL DO ESTATO DO MARANHÃO Procuradoria Geral em São Luis/MA. Senhor (a) Procurador (a), Atendendo a determinação do Excelentíssimo Senhor Doutor Mazurkiévicz Saraiva de Sousa Cruz, Juiz de Direito desta Comarca de Carolina/MA, intimo Vossa Senhoria, para tomar conhecimento de todo o conteúdo da decisão judicial proferida na ação acima referenciada, para no prazo de 72 (setenta e duas horas), providenciar a internação compulsória, bem como o transporte e condução de SAMUEL, a contar da intimação desta decisão, em estabelecimento público adequado, ou, se não houver vaga para internação imediata na rede pública, em estabelecimento particular congênere (às expensas do Estado do Maranhão), para tratamento pelo período que for necessário ao seu tratamento e recuperação, sob pena de multa diária no valor de R$ 1.000,00 (um mil reais) limitada a 15 (quinze) dias, em caso de descumprimento. O cumprimento desta decisão, bem como das demais informações pode ser feitas pelo email desta vara: vara1_cal@tjma.jus.br. Em anexo segue cópia da petição inicial e decisão judicial. Atenciosamente, Renata Costa de Oliveira Cerveira Secretária Judicial.

jurisconsult 01 andarilho

jurisconsult 02 andarilho

jurisconsult 03 andarilho

jurisconsult 04 andarilho