CESTE só opera a estrutura de Esgotamento Sanitário de Carolina até o dia 04 de outubro

#PREFEITURA DE CAROLINA/MA SE NEGA A RECEBER O QUE FOI ACORDADO JUDICIALMENTE COM O CESTE E CRIA DIFICULDADES PARA A CONCLUSÃO DA OBRA.

CEste04b.jpg

Por meio de Carta de nº 2303-2018- GG-CESTE, o Consórcio Estreito Energia – CESTE descreve acerca da implantação e operação do Sistema de esgotamento sanitário da área urbana do município de Carolina.

As obras previstas, conforme acordo dos autos do processo judicial nº 758-91.2011.8.10.0081 referente a Revitalização do Córrego LAVA CARAS estão concluídas desde 1º semestre de 2017 e em operação desde outubro de 2017, após o CESTE obter a licença ambiental de operação junto à Secretaria Estadual de Meio Ambiente do Maranhão.

Ao todo a rede coletora, a rede de recalque e rede interceptora de esgoto totalizam 4. 723 metros e 46 ligações domiciliares.

O CESTE já comunicou oficialmente a Prefeitura Municipal de Carolina quanto a conclusão das obras e cumprimento de suas obrigações assumidas no acordo judicial, bem como a necessidade do Município assumir  o acordado judicialmente também naquela ocasião e passar a operar o sistema.

AS COMUNICAÇÕES FORAM FEITAS POR MEIO DA CARTA Nº949-2017-GG-CESTE, datada de 22 de dezembro de 2017 E DA CARTA DE Nº 008-2018-GG-CESTE datada de 19 de janeiro de 2018.A obra do Córrego LAVA CARAS está tratando esgoto sanitário proveniente da antiga rede coletora de esgoto instalada na região do bairro COHAB e circunvizinhanças, as quais, antes da implantação do projeto, eram lançados “in natura” no Córrego LAVA CARAS, nas proximidades da antiga estação de tratamento de esgoto abandonada.

 Estima-se que cerca de 300 imóveis já estejam sendo atendidas.

Apesar dos esforços de diálogo,  a Prefeitura Municipal de Carolina se recusa, de maneira injustificada, a receber e operar o sistema, em descumprimento ao TERMO DE ACORDO HOMOLOGADO JUDICIALMENTE

 OBRAS DE SANEAMENTO PREVISTAS NO ESCOPO DO TERMO DE ACORDO 1022/16 pactuado entre CESTE, Prefeitura Municipal de Carolina e SAAE-Carolina, em agosto de 2016 , foram além das obrigações assumidas pelo CESTE judicialmente.

No ano de 2017 foram realizadas obras para implantar cerca de 4.900 metros de rede coletora de esgoto e de rede de recalque de esgoto localizadas no Bairro Brejinho, Bairro Ticoncá, Av. Adalberto ribeiro e Rua Santos Dumont.

A rede de esgoto apta a operar, permite beneficiar outros 288 imóveis urbanos localizados nos Bairros Brejinho Ticoncá, Av. Adalberto Ribeiro e R. Santos Dumont.

Informações estas que a Prefeitura recebeu mediante Carta de Nº324-2018-GG-CESTE, datada de 08 de março de 2018.

Ao longo de 2018, o CESTE contratou 2 novas frentes de obras de implantação de rede coletora de esgoto para a AV. Brasilia , R. Dom Marcelino e Rua Imperatriz, o que permitirá a implantação de 7.803 metros de rede coletora de esgoto e beneficiará cerca de 776 imóveis urbanos.

APESAR DOS ESFORÇOS DE DIÁLOGO,  A PREFEITURA MUNICIPAL DE CAROLINA E DEMAIS INTERLOCUTORES MUNICIPAIS, as obras foram interrompidas por falta de manifestação da Prefeitura Municipal de Carolina acerca da proposta de adaptações necessárias para otimizar o projeto original, as quais visavam oferecer melhores condições  para ligação dos imóveis à rede coletora e obtenção das autorizações de passagens, impedindo a continuidade das obras para outros 184 imóveis.

Ruas com obras interrompidas devido à falta de aprovação e projeto e autorizações de passagens.

TRECHO DA AV. GETÚLIO VARGAS E DA HONÓRIO AYRES;

TRECHO DA RUA SANTOS DUMONT E DA RUA PALMÉRIO DE SOUSA

TRECHO DA AV. BRASILIA, (Entre Santos Dumont e Cidade Riachão)

TRECHO RUA GOMES DE SOUSA, (Entre Av. Elias Barros e Coelho Paredes)

TRECHO DA RUA IMPERATRIZ(Próx. Getúlio Vargas)

TRECHO DA RUA GONÇALVES DIAS, (Entre Av. Elias Barros e R. Justiniano Coelho)

Rua Imperatriz, (Próx. a R. Dom Romualdo)

Rua Santos Dumont, (Próx. ao cruzamento com a R. Ricardo Martins)

O CESTE tem em seu planejamento concluir todas as obras de implantação da rede coletora de esgoto sanitário em Carolina/MA até dezembro de 2018, caso as autorizações e aprovações sejam apresentadas pela PREFEITURA MUNICIPAL DE CAROLINA até 02 de outubro de 2018.

Salienta ainda que, as obrigações com a operação e manutenção do Sistema de Esgotamento Sanitário de Carolina são de total responsabilidade da Prefeitura Municipal de Carolina/MA.

O CESTE, visando o bem estar da população de carolina, operará provisoriamente essa estrutura até o dia 04 de outubro de 2018.

Assinou a carta o Diretor geral do CESTE o Sr. João Rezek Junior.

AGORA, CABE A NÓS CIDADÃOS DE CAROLINA/MA PROCURAR SABER QUAL O INTERESSE DO PREFEITO ERIVELTON TEIXEIRA NEVES EM CRIAR DIFICULDADES PARA A IMPLANTAÇÃO DESSA OBRA DE SANEAMENTO E QUAIS A SUAS REAIS INTENÇÕES.

SERÁ QUE QUER TIRAR PROVEITO E SAIR COM ALGO MAIS? OU SIMPLESMENTE É MAIS UMA DE SUAS MALDADES COM OS CIDADÃOS CAROLINENSES?

O FATO É QUE O CESTE ENTREGA MAIS UMA OBRA E AGORA A PREFEITURA TERÁ QUE ASSUMIR O QUE ACORDOU. 

 

Este slideshow necessita de JavaScript.

 

 

 

 

 

Carolina/MA: Vereador cobra Transparência e Bom Senso a Administração Municipal

 

ernest
Vereador Ernesto Nascimento

 

# Na primeira Sessão na Câmara Municipal de Carolina-MA, ocorrida hoje ( 07/08/18) o Vereador  Ernesto Nascimento (PRB),  QUESTIONA O SUPERFATURAMENTO DAS LICITAÇÕES EFETUADAS PELA ADMINISTRAÇÃO QUE PROMETEU RENOVAR CAROLINA, MAS MANTEM AS PRÁTICAS VELHAS.

Um dos exemplos dado por ele é a aquisição de carne para o hospital onde 1kg de carne foi comprada a R$32,00.. (é mole?), sendo que no comércio local o kg de carne varia entre R$18 e 20 reais.

“Eles precisam ser justos e terem bom senso, precisam ter transparência.” diz o vereador.

Outra demanda relatada pelo vereador é a falta que a Administração tem com os servidores públicos que tiveram suas insalubridades retiradas para um estudo e após 1 ano nenhuma resposta foi dada pela administração. Segundo o relato, ele não crer que esse estudo tenha sido feito ou está sendo feito. acarretando  assim, danos aos servidores.

#Repórter Mirante mostra a força do ciclismo no cerrado do Maranhão > Carolina_MA

No sul do Maranhão, a prática do cicloturismo tem crescido e até fomentado a preservação da natureza

mirante
Reprodução TV Mirante

Na região de Carolina, aumenta o número de grupos de ciclistas praticando esportes de aventura em meio as paisagens. É o ‘cicloturismo’, que promove uma aventura ecológica bem no coração de uma região do sul do Maranhão conhecida pelas chapadas.

Na chapada das mesas, o programa acompanhou ciclistas de todo o país em uma trilha em meio a natureza. Foram centenas de pessoas que fizeram valer a prática do ciclismo em meio a todos os desafios que o terreno da região propõe.

ASSISTA A INTEGRA DA MATÉRIA  AQUI

Por G1 TV MIRANTE

 

 

POLÍCIA | MADEIRA ILEGAL É APREENDIDA E DOIS SÃO PRESOS DENTRO DO PARQUE NACIONAL DA CHAPADA DAS MESAS

madeira.jpg

O proprietário da Fazenda Cabeceira da Ema, Francisco Vasconcelos Rocha denunciou a retirada ilegal de madeira de dentro de área de propriedade de sua família. Duas pessoas foram presas. Chico Rocha denunciou ainda que as instituições de preservação do Parque Nacional em CAROLINA não deram atenção devida ao caso.

Diante dos fatos, confeccionou um boletim de ocorrência de Nº 663/2018 em 25 de junho de 2018, na Delegacia de Policia Civil de Carolina a fim de que fosse resolvido tal demanda.

Segundo o boletim de ocorrência do denunciante, no dia 11 de junho de 2018 teve a informação de que haviam vizinhos de terra  que estavam extraindo madeira em sua propriedade e vendendo para madeireira em Carolina/MA. Em 24 de junho, Chico Rocha percorreu suas terras e que encontrou aproximadamente 39 arvores cortadas. No dia  25 de junho, foi a uma madeireira e que o gerente informou que um senhor de nome ELME havia ido oferecer uma madeira.

Na noite de 27 de junho, a 2ª Cia do 4º BPM sob o comando do Capitão Rogélio conseguiram obter êxito e apreenderam uma moto serra e 2 Toyotas bandeirantes com 25 toras de madeira (LOURO) provenientes das terras de Chico Rocha, terras estas que ficam dentro do Parque Nacional Chapada das Mesas.

2 cidadãos indicados pelos trabalhadores que estavam transportando a madeira, foram presos como sendo os mandantes do crime ambiental, sendo identificados como Elme Gomes Pereira  e Francisco Pereira Maranhão,  entregues à DEPOL para as providências cabíveis.

O proprietário das terras e da madeira, tentou na manhã de hoje(28) contato com  as instituições de preservação do Parque Nacional em CAROLINA,  para que tomassem as devidas providências a cerca do caso e fossem à empresa aonde ele havia encontrado as supostas madeiras retiradas da sua terra. Foi em vão..

capitão
Capitão Rogélio – Comandante da 2ª CIA do 4º BPM Carolina

BO.jpg

 

 

 

 

 

Atenção: Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do blog Se achar algo que viole ou fira sua honra pessoal, envie para o email: henriqueaires@gmail.com que iremos analisar.

Carolina: Gerente da empresa PIPES é baleado

PIPES

Por volta de 9hrs da manhã de hoje(25), um funcionário da PIPES saiu  de casa para fazer a prestação de contas do movimento diário, quando foi abordado por um motoqueiro.

Após entregar a bolsa o assaltante atirou na perna do funcionário.

A empresa não divulgou a quantia que foi levada.

O funcionário baleado foi socorrido, encaminhado ao HMC- Hospital Municipal de Carolina  e não corre risco de morte.

O fato ocorreu na Rua Duque de Caxias, em uma das vias de acesso à empresa, na beira rio.

 

assalto1

assalto