Nature Publica em 09 Nov 2015 artigo sobre SARS-CoV e emergência humana

Um cluster semelhante a SARS de coronavírus circulantes de morcego mostra potencial para emergência humana.

PATOGNO
As sequências genômicas completas de CoVs – https://www.nature.com/articles/nm.3985#citeas

Menachery, V., Yount, B., Debbink, K. et al. Um conjunto semelhante a SARS de coronavírus circulantes de morcego mostra potencial para o surgimento humano. Nat Med 21, 1508-1513 (2015). https://doi.org/10.1038/nm.3985

Resumo

O surgimento de coronavírus da síndrome respiratória aguda grave (SARS-CoV) e síndrome respiratória do Oriente Médio (MERS) -CoV ressalta a ameaça de eventos de transmissão entre espécies que levam a surtos em humanos. Aqui, examinamos o potencial da doença de um vírus do tipo SARS, SHC014-CoV, que circula atualmente em populações de morcegos-ferradura chineses 1 . Usando o sistema de genética reversa SARS-CoV 2, geramos e caracterizamos um vírus quimérico que expressa o pico do coronavírus de morcego SHC014 em um backbone SARS-CoV adaptado a camundongo. Os resultados indicam que os vírus do grupo 2b que codificam o pico SHC014 em um backbone do tipo selvagem podem usar eficientemente vários ortólogos da enzima de conversão da angiotensina humana II do receptor SARS (ACE2), replicar-se eficientemente nas células primárias das vias aéreas humanas e obter títulos in vitro equivalentes a epidêmicos estirpes de SARS-CoV. Além disso, in vivoexperimentos demonstram replicação do vírus quimérico no pulmão de camundongo com patogênese notável. A avaliação das modalidades imunoterapêuticas e profiláticas baseadas em SARS disponíveis revelou baixa eficácia; as abordagens de anticorpo monoclonal e de vacina falharam em neutralizar e proteger da infecção por CoVs usando a nova proteína spike. Com base nessas descobertas, sintetizamos novamente um vírus recombinante SHC014 infeccioso e demonstramos uma replicação viral robusta in vitro e in vivo . Nosso trabalho sugere um risco potencial de ressurgimento de SARS-CoV de vírus que circulam atualmente em populações de morcegos.

 

LEIA A INTEGRA DO ARTIGO >  https://rdcu.be/b3qOF


  • 30 de março de 2020

    Nota dos editores, março de 2020: Estamos cientes de que este artigo está sendo usado como base para teorias não verificadas de que o novo coronavírus causador do COVID-19 foi projetado. Não há evidências de que isso seja verdade; os cientistas acreditam que um animal é a fonte mais provável do coronavírus.


  • 20 de novembro de 2015

    Na versão deste artigo inicialmente publicada on-line, os autores omitiram o reconhecimento de uma fonte de financiamento, o financiamento da USAID-EPT-PREDICT da EcoHealth Alliance, a Z.-LS O erro foi corrigido para as versões impressa, PDF e HTML deste artigo .

Informação sobre o autor

 

 

Suspeito de sequestrar família de gerente durante assalto a banco no Maranhão é preso em Araguaína

O homem tem 29 anos e é conhecido como Xenon. Crime foi em Bacabal e criminosos fugiram com R$ 230 mil.

80710e630b367d790153c3fba4496989

Um homem de 29 anos, conhecido pelo apelido de ‘Xenon’, foi preso nesta segunda-feira (6) em Araguaína, no norte do Tocantins. O suspeito, que não teve o nome completo divulgado, é apontado pelos investigadores como um dos responsáveis pelo assalto a uma agência bancária em Bacabal, no Maranhão, em 2019.

Segundo a polícia maranhense, ele teria sequestrado e feito de reféns os familiares do gerente do banco que seria assaltado. A prisão foi feita pela Polícia Civil de Araguaína, que já monitorava o suspeito pela participação dele em outros crimes. Ele já havia sido preso em 2011, 2013 e 2014 no norte do Tocantins e foi condenado pelos crimes de roubo, associação criminosa e porte ilegal de arma.

No caso do crime em Bacabal, a estimativa da polícia é que o grupo criminoso tenha fugido com pelos menos R$ 230 mil. Os outros suspeitos do assalto ainda não foram localizados. Xenon foi preso quando estava no Setor Rodoviário, em Araguaína.

Ele prestou depoimento na Central de Atendimento da Polícia Civil e depois foi levado para a Casa de Prisão Provisória de Araguaína (CPPA), onde permanecerá à disposição do Poder Judiciário.

 

 

 

POLICIA DO PARÁ ABATE EXPLOSIVISTA DE BANCO

IMG-20200406-WA0135

*POLÍCIA CIVIL DO ESTADO DO PARÁ – DIRETORIA DE POLÍCIA ESPECIALIZADA – DIVISÃO DE REPRESSÃO AO CRIME ORGANIZADO – DELEGACIA DE REPRESSÃO A ROUBOS A BANCO E ANTISSEQUESTRO (DRRBA).*

*POLÍCIA MILITAR DO ESTADO DO PARÁ – COMANDO DE MISSÕES ESPECIAIS – BATALHÃO DE OPERAÇÕES POLICIAIS ESPECIAIS – BATALHÃO DE ROTAM.*
*OCORRÊNCIA*: Óbito em decorrência de oposição a ação policial.

*MUNICÍPIO DA OCORRÊNCIA*: DOM ELISEU/PA.

*DATA*: 05/04/2020.

*SUSPEITO*: SIMÃO ROCHA DE CARVALHO, vulgo CABELUDO.

*FATO*: Após o Roubo na modalidade “vapor noturno” ocorrido contra a Agência Bancária do Banco do Brasil do Município de São Domingos do Capim/PA, no último dia 03/04/2020, a Polícia Civil do Estado do Pará por meio Policiais Civis da Delegacia de Repressão a Roubos a Banco e Antissequestro (DRRBA), vinculada à DRCO e a Poĺícia Militar do Estado do Pará por meio do Batalhão de Operações Policiais Especiais (BOPE) e do Batalhão de ROTAM, iniciaram diligências na região do fato.

No dia 04/04/2020 equipes de Policiais civis da DRRBA/DRCO e de Policiais Militares do BOPE e da ROTAM que investigavam ação de vapor contra o BB de São Domingos do Capim receberam a informação de que parte dos meliantes tentariam se evadir da área onde estavam escondidos e empreenderiam fuga pela BR 010, para o Estado do Maranhão.

Dessa maneira os Policiais se deslocaram pela referida rodovia até o ultimo município no sentido de tentar evitar a fuga.

Que na cidade de Dom Eliseu, as proximidades da Vila de Itinga do Pará, os Policiais tentaram realizar a abordagem em um veículo Sandero Branco, o qual não obedeceu a ordem de parada, efetuou disparos contra a viatura policial e empreendeu fuga em alta velocidade.

A perseguição prosseguiu até a cidade de Itinga do Maranhão, local onde o veículo dos suspeitos saiu da pista, ocasião em que 2 criminosos desceram do veículo e atiraram contra as equipes da DRCO, empreendendo fuga pela mata.

No veículo foi encontrada uma quantia em dinheiro e a CNH do nacional SIMÃO ROCHA DE CARVALHO. O referido nacional já vinha sendo investigado por ser “explosivista” de inúmeras ações de “vapor” ocorridas no Estado do Pará.

Foram estabelecidas barreiras na área crítica, bem como uma força tarefa na área entre as Polícias do Pará e Maranhão.

Na data de hoje, por volta das 06 h da manhã um dos envolvidos roubou uma roupa na comunidade do Cajuapara. Por volta das 18 horas os Policiais que estavam na missão receberam informações de que um dos envolvidos estaria no Município de Dom Eliseu, as margens da BR-010, tentando pegar uma van.

As Equipes então se deslocaram ao local, logrando êxito em encontrar o suspeito, o qual reagiu a abordagem policial e foi atingido durante a refrega, sendo socorrido ao Hospital de Dom Eliseu, local onde foi constatado seu óbito, sendo identificado como SIMÃO ROCHA DE CARVALHO, vulgo CABELUDO.

Este slideshow necessita de JavaScript.

“todo mundo vai ter contato com o vírus” diz Secretário-executivo do Ministério da Saúde

 #”NÃO ADIANTA SE ESCONDER EM BAIXO DA CAMA”

Em outros países, 86% das pessoas não apresentaram sintomas

2020-04-01t132400z_1_lynxmpeg30405_rtroptp_4_health-coronavirus-china-scientists
https://agenciabrasil.ebc.com.br/saude/noticia/2020-04/gabbardo-todo-mundo-vai-ter-contato-com-o-virus#

O secretário-executivo do Ministério da Saúde, João Gabbardo, afirmou em entrevista coletiva no Palácio do Planalto, em Brasília, que é provável que o novo coranavírus alcance toda a população. O contágio não quer dizer, no entanto, que todas essas pessoas desenvolverão os sintomas da doença.

Conforme histórico da disseminação da doença, já observado em outros países, 86% das pessoas que entraram em contato com o novo coronavírus não apresentaram nenhum problema de saúde decorrente. Os 14% restantes tiveram que procurar hospitais, desses alguns foram internados, alguns em unidades de terapia intensiva, e uma fração veio a óbito. A atual taxa de natalidade no Brasil é de 4,2% dos casos notificados.

“Todo mundo vai ter contato com o vírus. O que a gente precisa é ter tempo”, disse Gabbardo se referindo à necessidade de ampliação de atendimento, preparação de mais leitos e equipamento de mais unidades com respiradores artificiais. Preocupa o secretário-executivo riscos de sobreposição da covid-19 com eventual aumento de gripe por influenza (H1N1) comum no inverno brasileiro. O país já iniciou a campanha nacional de vacinação anual contra a gripe.

Segundo o secretário-executivo, como ocorre em outras doenças, o organismo de muitas pessoas que venham a entrar em contato com vírus reagira produzindo a autoimunidade, o que no futuro, junto com tratamentos e uma vacina a ser desenvolvida, favorecerá a não mais disseminação massiva da doença como ocorre atualmente no Brasil e em outros países. “O fluxo de transmissão começa a diminuir quando já tiver 50% [da população] imunizada”, explicou Gabbardo.

De acordo com o Ministério da Saúde, 10.278 pessoas se infectaram com o novo coronavírus no Brasil até hoje (sábado, 4). O número de pessoas mortas por causa da covid-19 já totaliza 432 óbitos. Os dados foram fechados às 14 horas com base nas informações das secretarias estaduais de saúde. O país ocupa a 16º lugar em casos da doença, o 14º lugar em óbitos e o 8º lugar em letalidade.

 

Edição: Pedro Ivo de Oliveira

 Por Agência Brasil – Brasília

 

 

MARANHÃO TEM 66 CASOS ATIVOS DE COVID-19; 28 RECUPERADOS; 2 ÓBITOS

A MÍDIA MARANHENSE SEMPRE APRESENTA OS NÚMEROS DE QUEM TEVE E TEM COVID-19; RAROS OS QUE VMOSTRAM QUEM SE RECUPEROU OU QUEM TEVE EXAME NEGATIVO

92017857_2923102034470929_2343803167126323200_o

Após o segundo óbito no Maranhão neste sábado (4)  pelo novo coronavírus (Covid-19)   E que se trata de uma mulher, de 89 anos, internada em um hospital de São Luís e que tinha histórico de outras doenças, como cardiopata, hipertensiva e diagnóstico de câncer de mama.

 

 

 

As bênçãos do trabalho

Divaldo Franco
Professor, médium e conferencista

images

Muito curiosa a observação que Jesus nos faz em Seu Evangelho, quando informa: – O meu Pai até hoje trabalha, e eu também trabalho.
Soa estranha a afirmação, por parecer que Ele condena o repouso, quando o Velho Testamento se refere que, após criar o mundo, Deus descansou.
Nenhuma incoerência, no entanto, nos dois conceitos de aparentes conteúdos divergentes.

O trabalho é o recurso valioso que promove o progresso, sem o qual, a estagnação a tudo destruiria. E o repouso constitui mudança de atitude orgânica, a fim de restaurar as forças para a continuidade da ação.

Há, no entanto, muitas pessoas que, levando as palavras ao pé da letra, entregam-se ao trabalho até a exaustão, enquanto outras, a pretexto de repouso, vivem na ociosidade dourada, gastando as excelentes oportunidades da existência, da saúde e da inteligência na inutilidade, deixando-se arrastar pela improdutividade e passando a sofrer as consequências inevitáveis da preguiça.

O corpo humano está constituído de elementos que necessitam de movimento, a fim de bem atenderem as necessidades para as quais foram construídos.
O dinamismo, através da movimentação bem utilizada, fortalece-o, opera bem-estar e faculta dilatação de tempo para o seu uso.
Narra-se que um homem, após a morte, despertou numa região pacífica, predispondo ao repouso incessante. No princípio, pareceu ser a região celeste, com pouco tempo, no entanto, cansou de tanto ócio e começou a passar mal. Resolveu então buscar o encarregado do local para transferir-se, sugerindo: – Desejo sair daqui do Céu e passar uma temporada no Inferno.

Surpreso, o administrador respondeu-lhe, interrogando-o: – E você pensa que está em que lugar?
O trabalho é tão importante na vida das criaturas, que passou a ser terapêutico, dando sentido e significado durante a existência.
Especialmente o trabalho transcende do valor convencional quando objetiva servir ao próximo, através dos incontáveis mecanismos da sociedade, desenvolvendo a solidariedade entre todos.

O eminente educador suíço Johann Pestalozzi havia elegido como essencial para o êxito do seu programa educativo a trilogia: Trabalho, Solidariedade e Perseverança. Posteriormente, seu discípulo Allan Kardec, ao Codificar o Espiritismo, modificou um pouco a tríade, informando que para a concretização de qualquer ideal, são indispensáveis o Trabalho, a Solidariedade e a Tolerância.

O trabalho e uma lei universal, graças à qual a vida se engrandece cada vez mais.

Em uma bela metáfora, podemos dizer que tudo resulta do esforço, do trabalho bem direcionando em favor da ordem, do crescimento, da ética e da estética, mediante os quais mais se avança na conquista da beleza, da harmonia, da perfeição.

Quando, por exemplo, estejas cansado de qualquer trabalho, muda de atividade e prossegue no labor edificante, renovando as energias e o entusiasmo pela vida.
Trabalha de acordo com as tuas forças e torna-te membro da sinfonia universal.

Ao observarmos o trabalho incessante da abelha, o pensamento científico chegou à conclusão que sem ela a vida não existiria. Essas infatigáveis trabalhadoras são exemplos de que o trabalho é bênção concedida por Deus para a glória da vida.

Artigo publicado no jornal A Tarde, coluna Opinião, 5 de março de 2020.

*Federação Espírita Brasileira