#Depois de espionagem da PM, Exército no Maranhão para garantir a segurança do processo de votação e apuração das eleições

Exército decidiu enviar ao Maranhão nada menos que dois generais.

1537363739-124648204-747x429
Generais do Exército se reuniram com o presidente do TRE, Ricardo Duailibe, e o corregedor eleitoral, Tyrone Silva (Exército)

Depois de espionagem da PM, Exército monta centro de operações no MA

Ao lado do comando do 24º Batalhão de Infantaria de Selva, esses generais farão o monitoramento de todas as ações, antes, durante e depois do dia da votação e apuração das eleições de outubro.

A divulgação do comando do Exército, de implantar no Maranhão um centro de operações para monitorar as eleições estaduais e garantir a tranquilidade do processo de votação e apuração é uma espécie de ação de contra espionagem.

A decisão do EB se dá pouco tempo depois de vir à tona um Memorando da Polícia Militar do Maranhão exigindo de comandantes de companhias do interior “o monitoramento de adversários do governador Flávio Dino (PCdoB)”que pudessem causar para ele “embaraços eleitorais no pleito de outubro”.

Os generais Anísio David Teixeira de Oliveira Júnior (comandante da 8ª Região Militar) e Luiz Gonzaga Viana Filho (22ª Brigada de Infantaria de Selva em Macapá) e o coronel Marcus Vinicius Soares Guimarães de Oliveira (comandante do 24º Batalhão de Infantaria de Selva) estarão a frente de Centro de Operações para coordenar as ações de garantia de votação e apuração.

Os generais comandarão Gabinete de Gestão de Segurança no Tribunal Regional Eleitoral (TRE), que será instalado esta semana, que reúne também outros órgãos da área de Segurança.

Um centro de operações do Exército garantirá mais tranquilidade aos adversários do governador Flávio Dino (PCdoB), que foram surpreendidos com memorando da Polícia Militar determinando o fichamento de políticos de oposição ao governo do estado “que poderiam causar embaraços” no pleito.

O caso de espionagem da PM levou a uma sindicância que apontou como culpado o coronel Heron Santos, ligados ao PCdoB de Dino.

Por enquanto, não há informações da Secretaria de Segurança ou mesmo da PM sobre a punição aos envolvidos no episódio.

Na época, 10 partidos entraram com uma representação na Procuradoria Geral da República (PGR) pedindo intervenção federal no estado para que as eleições ocorram de forma tranquila.

 

Carolina_MA: PM prende arrombadores de loja

*POLÍCIA MILITAR DO MARANHÃO*

*CPAI6 -SUL DO
MARANHÃO*

IMG-20180921-WA0034.jpg
O 4° Batalhão de polícia militar, através da Rádio Patrulha da 2* Companhia, por volta das 02:30hs da madrugada em uma operação, conseguiram fazer as prisões de Elisney Moreira da Silva (VULGO CACURUTE) nascimento 08/03/1999 e Natália Gomes da Costa, nascimento 25/12 /1994. os mesmos fizeram um arrombamento na loja Nosso Mundo, onde levaram cinco aparelhos de DVD e um aparelho de som mini system. Os aparelhos foram recuperados e apresentados com os conduzidos na Delegacia.

*Polícia militar para servir e proteger*🚔

Polícia Federal faz operação contra fraude no seguro-desemprego

Agência Brasil/ São Paulo

image

A Polícia Federal (PF) deflagrou a operação Mendacium, em São Paulo e Taboão da Serra, para desarticular uma organização criminosa que pratica fraudes no recebimento do seguro-desemprego. Foram cumpridos ontem (20) quatro mandados de busca e apreensão. Duas pessoas foram presas em flagrante.

A polícia encontrou, com os acusados, mais de 1.600 documentos falsos ou em branco, como espelhos de carteiras de Identidade e de Trabalho, num escritório de contabilidade do bairro da Penha, na capital paulista. Foram apreendidos R$ 472 mil em espécie, além de equipamentos para a falsificação de documentos.

O inquérito começou em outubro de 2017, na cidade de Presidente Prudente, interior de São Paulo, a partir da denúncia de um trabalhador que não conseguiu obter seu seguro-desemprego porque alguém já o havia resgatado.

As investigações mostram que mais de 300 empresas fictícias foram criadas, com mais de 9 mil benefícios de seguro-desemprego. Estima-se um prejuízo de mais de R$ 9 milhões.

Os presos foram encaminhados ao sistema prisional estadual, onde ficam à disposição da Justiça Federal. Eles responderão pelos crimes de estelionato, organização criminosa e corrupção ativa.

#Prefeito e grupo político aderem à candidatura de Roseana em Santana do Maranhão

unnamed.jpg

O prefeito de Santana do Maranhão, Francisco Tavares (PCdoB), o ex-prefeito Raimundo Tavares e todo o seu grupo político decidiram, por unanimidade, sair da campanha comunista e declarar apoio à candidatura de Roseana Sarney ao governo do Maranhão. Eles organizaram um grande ato político para receber a ex-governadora nesta quinta-feira (20) no município.

Francisco Tavares reuniu vereadores, outras lideranças políticas e comunitárias na casa do seu pai, Raimundo Tavares, e o grupo político decidiu, por unanimidade, apoiar a ex-governadora. “Eu já era Roseana, mas por medo de perseguição política, meu filho temia deixar a campanha comunista. Graças a Deus, como prefeito ele viu que esse governo não governa para os municípios, sequer recebe os prefeitos. Não fez nenhuma obra em nossa cidade, muito menos enviou recurso. Não dá para governar assim”, afirmou o ex-prefeito.

Roseana agradeceu pelo voto de confiança e parabenizou ao prefeito e seu grupo político pela coragem e pela consciência política de deixar a campanha de alguém que governa para poucos. “Um governador que diz ser apoiado por Lula e faz tudo ao contrário. A primeira coisa que ele fez foi acabar com os programas sociais que implantamos. Onde está o Viva-Luz, o Viva-Água e o Primeiro Emprego? Como é que pode um governador tomar a moto e o carro de uma pessoa só porque ela não teve condições de pagar o imposto? Não posso deixar isso continuar e preciso da ajuda do meu povo e de homens corajosos como o prefeito Francisquinho e seu pai”, declarou ela.

Os antigos e os novos aliados lotaram o clube da cidade em que Roseana falou de suas propostas de governo, demonstrando a tendência dessa fase da campanha eleitoral: a crescente adesão à candidatura da ex-governadora.

Weverton Rocha vira réu por irregularidades no Projovem Urbano

#PROFESSORES DE CAROLINA/MA QUE TRABALHARAM NO PROGRAMA PROJOVEM AGUARDAM RECEBER SEUS SALÁRIOS ATÉ HOJE

Candidato a senador pelo PDT é acusado de aplicação irregular de recursos de programa social

1490729959-310551041-e1531245880916

O deputado estadual Weverton Rocha, candidato a senador pelo PDT, tornou-se réu nesta semana em um processo por improbidade administrativa referente a sua passagem pelo comando da Secretaria de Esportes e Juventude, na gestão Jackson Lago.

Para continuar aproveitando o conteúdo de O Estado

Pesquisa encomendada pela Rede Record aponta 2º turno no MA

MARANHÃO – A Real Big Data, empresa ligada à Rede Record, divulgou pesquisa de intenção de voto realizada entre 18 e 19 de setembro que aponta para o segundo turno nas eleições de 2018 no Maranhão. De acordo com a pesquisa, o governador Flávio Dino (PCdoB) lidera as intenções de voto com 43% das intenções, seguido pela ex-governadora Roseana Sarney (MDB).

Se a eleição fosse hoje, o governador Flávio Dino não iria obter a votação necessária para obter a vitória no primeiro turno. Confira o resultado.

1537443217-338447733-747x429.jpg

Na disputa pelo senado, a Real Big data seguiu a apuração das demais e aponta para as vitórias de Edson Lobão (MDB) e Sarney Filho (PV) para o senado federal. Veja os números.

Foram ouvidas 1.200 eleitores em 25 cidades nas cinco principais regiões do estado do Maranhão. A Margem de erro é de 3% e a confiança na pesquisa é de 95%. A pesquisa que aponta a possibilidade de segundo turno no Maranhão foi registrada no TRE com o número MA-04462 / 2018.

1537443477-338447733-747x429.jpg

Carolina: MPMA Exige a execução do Perfil Mínimo das Ações e Serviços Públicos de Saúde

 #ERA PARA SER TUDO RENOVADO, MAS SÓ FUNCIONA NO TRANCO

Promotoria de Justiça de Carolina abre PROCEDIMENTO ADMINISTRATIVO STRICTO SENSU  Nº 03/2018 SIMP Nº 277-012/2018 OBJETO: Exigir a execução do Perfil Mínimo das Ações e Serviços Públicos de Saúde nos municípios, regiões de saúde e macrorregiões de saúde do Estado do Maranhão, conforme as Resoluções nºs 43/2011, 45/2011 e 47/20112, da Comissão Intergestores Bipartite (CIB) e as que as sucederem acerca da mesma matéria.

saude portaria mpma01.jpg