Carolina: Mais um Processo Criminal contra Erivelton T. Neves na Mesa da Promotoria

O descaso e omissão do judiciário local  contra os desmandos da atual administração municipal e do Prefeito  é claro e comprovado.

# Como digo , nosso maior mal em Carolina_MA  é a permanência deste JUIZ na comarca, que não “demonstra” credibilidade e imparcialidade nenhuma e comprovadamente a mim não representa aquilo que se espera de um Judiciário  sério.

erivelton.jpg

 Fato é que, mais um processo contra Erivelton Teixeira Neves encontra-se na Promotoria de Justiça de Carolina. Fato este corriqueiro, assim como a certeza de que nada andará ou acontecerá  na comarca de Carolina_MA, gerando-nos a idéia de “Parcialidade”, sempre.

 

 

 

 

 

Maranhão é o 4º com maior taxa de detecção de casos de Aids no país

images

Causada pelo vírus da imunodeficiência humana (HIV), a Síndrome da Imunodeficiência Adquirida (Aids) se desenvolveu em 37.761 mil pessoas no Brasil, durante o ano passado, segundo novo boletim epidemiológico divulgado pelo Ministério da Saúde. No Maranhão, foi verificado um aumento de 41,7% na taxa de detecção da doença, de 2008 a 2018. O estado ocupa, desde então, a quarta colocação dentre as unidades da federação, perdendo apenas para Rio Grande do Norte, Tocantins e Amapá, que tiveram índices de 81,7%, 47,1% e 46,2%, respectivamente.
Segundo o Ministério da Saúde, em 2008, a taxa de detecção de Aids, por 100 mil habitantes, no Maranhão, era de 13,9%. Já em 2018, esse percentual aumentou para 19,7%. No Rio Grande do Norte, esse índice subiu de 1,5% para 20,9%. Em Tocantins, passou de 10,2% para 15%. No Amapá, de 18,4% para 26,9%. Esses números, no entanto, podem ser maiores, uma oca t s, passou de 0, % pa a 5%. o apá, de 8, % pa a 6,9%. sses ú e os, o e ta to, pode se a o es, u a vez que representam apenas os casos detectados. Ou seja, há pessoas que foram infectadas pelo vírus, mas não sabem.
De acordo com o Sistema de Informação de Agravos de Notificação (Sinan), foram notificados 300.496 casos de infecção pelo HIV no Brasil de 2007 até junho de 2018. Destes, 136.902 (45,%) ocorreram na região Sudeste, 60.470 (20,1%) na região Sul, 55.090 (18,3%) na região Nordeste, 26.055 (8,7%) na região Norte e 21.979 (7,3%) na região Centro-Oeste.
Somente no ano passado, foram notificados 43.941 casos de infecção pelo HIV no Brasil. No Norte, foram 5.084 (11,6%) situações. Outras 10.808 (24,6%) aconteceram no Nordeste, 16.586 (37,7%) no Sudeste, 7.838 (17,8%) no Sul e 3.625 (8,2%) no Centro-Oeste.

No Brasil, de 1980 até junho de 2018, foram registrados 606.936 (65,5%) casos de aids em homens e 319.682 (34,5%) em mulheres. No período de 2002 a 2008, a razão de sexos, expressa pela relação entre o número de casos de aids em homens e mulheres, manteve-se em 15 casos em homens para cada dez casos em mulheres; no entanto, a partir de 2009, observou-se uma redução gradual dos casos de aids em mulheres e
um aumento nos casos em homens,  na razão de sexos, que passou a ser de 22 casos de aids em homens para cada dez casos em mulheres em 2016, razão que se manteve em 2017. os últimos dez anos, observou-se que a taxa de detecção de aids em homens apresentou aumento entre 2007 e 2011 (24,8 para 28,3 casos/100.000 habitantes). Essa taxa se manteve estável até 2013, quando voltou a cair. Em 2017, a detecção de aids entre homens foi de 26,0 casos a cada 100.000 habitantes. Entre as mulheres, observou- se tendência de queda dessa  taxa nos últimos dez anos, que passou de 15,8 casos/100 mil habitantes em 2007, para 11,1 em 2017, representando uma redução de 30%.

 

Baixe o relatório boletim_hiv_aids_12_2018

 

 

Hoje é Dia D de vacinação contra sarampo para adultos de 20 a 29 anos

edit_mcmgo_abr20180818_1359.jpg

Termina hoje (30) a segunda fase da Campanha Nacional de Vacinação contra o Sarampo. O Ministério da Saúde (MS) marcou para hoje o Dia “D” da campanha, iniciada em 18 de novembro. Nessa fase, o ministério quer vacinar 9,4 milhões de adultos entre 20 e 29 anos. Para viabilizar a ação, o MS garantiu a maior compra de vacinas contra o sarampo (tríplice viral) dos últimos 10 anos.

O surto de sarampo ainda se encontra ativo no país. Atualmente, há confirmação de 11.896 casos e 15 óbitos pela doença até o começo de novembro (semana 45 do ano). A maioria dos casos, 11.095 (93,2%) estão concentrados no estado de São Paulo, principalmente na região metropolitana.

 

MPMA discute aplicação das verbas do Fundef

imp_fundef.jpeg

O Ministério Público do Maranhão conduziu uma reunião na sexta-feira, 22, nas Promotorias de Justiça de Imperatriz, para discutir a aplicação das verbas do Fundo de Manutenção e Desenvolvimento do Ensino Fundamental e de Valorização do Magistério (Fundef), atual Fundeb.

Presidido pelo promotor de justiça Antônio Coelho Soares Júnior, respondendo pela 9ª Promotoria de Justiça Especializada em Infância, Juventude e Educação de Imperatriz, o encontro reuniu integrantes da Rede de Controle de Recursos do Precatório do Fundef, cujos valores que já ultrapassa R$ 100 milhões no município.

Participam da Rede representantes da Secretaria Municipal de Educação de Imperatriz (Semed), Secretaria de Administração (Sead), Ouvidoria do Município e o Sindicato dos Trabalhadores dos Estabelecimentos de Ensino (STEE).

Foram discutidos o cronograma dos valores a serem aplicados nas obras, o controle das licitações e o acompanhamento in loco das construções, reformas, ampliações e climatização das escolas.

O promotor de justiça Antônio Coelho afirmou, ainda, que haverá fiscalização permanente da aplicação dos recursos. “A rede fará reuniões periódicas para discutir os assuntos pertinentes ao tema, além das visitas às obras”, disse.

O próximo encontro está marcado para o dia 9 de dezembro, na sede das Promotorias de Justiça de Imperatriz. “Esse trabalho é fundamental para garantir a aplicação adequada dos recursos do Fundef em prol da melhoria da educação no Município de Imperatriz”, ressaltou o representante do Ministério Público.

Redação: Iane Carolina (CCOM MPMA)

TCE recomenda a rejeição das contas consolidadas de Filadélfia

download.jpeg

A Primeira Câmara do Tribunal de Contas do Tocantins (TCE/TO) na sessão desta terça-feira, 5, recomendou a rejeição das contas consolidadas de Filadélfia, gestão de Ivanilzo Gonçalves de Alencar; de Nova Olinda, gestão de José Pedro Sobrinho; e de Presidente Kennedy, gestão de Ailton Francisco da Silva, todas referentes ao exercício financeiro de 2017.

 

De acordo com as decisões, o déficit orçamentário, alteração no resultado orçamentário, financeiro e patrimonial, elevação do limite da despesa com pessoal e cancelamento de restos a pagar, foram algumas das falhas identificadas nas prestações de contas das três gestões, que consequentemente levaram a rejeição.

 

Além disso, a Primeira Câmara recomendou a aprovação das contas consolidadas de Arapoema, gestão de Lucineide Parizi Freitas; de Bandeirantes do Tocantins, gestão de José Mário Zambon Teixeira; e de Lavandeira, gestão de Roberto César Ferreira de Oliveira, todas relativas ao exercício financeiro de 2017.

Rabino Henry Sobel morre de câncer aos 75 anos

Rabino se destacou pela defesa dos direitos humanos desde a ditadura militar, quando recusou versão oficial para morte do jornalista Vladimir Herzog

images (10)

O rabino Henry Sobel, de 75 anos, morreu na manhã desta sexta-feira, 22, em Miami, nos Estados Unidos em decorrência de complicações causadas por um câncer de pulmão.

Rabino emérito da Congregação Israelita Paulista (CIP), Sobel destacou-se como uma “voz firme em defesa dos direitos humanos no Brasil”, como destaca nota divulgada pela família. O sepultamento será realizado no próximo domingo, 24, no Woodbridge Memorial Gardens, em Nova Jersey.

O rabino teve uma atuação notória após o assassinato do jornalista e diretor da TV Cultura, Vladimir Herzog, pelo governo militar.

Ao se recusar a enterrar Herzog na ala dos suicidas do cemitério israelita do Butantã, Sobel rejeitava a versão oficial apresentada pela ditadura.