Carolina/MA: Hora de levar a sério o Turismo

# O desenvolvimento do turismo influencia diretamente no desenvolvimento econômico do município. 

54798273_436308387106006_400808212078526464_n cópia.jpg

Sem um Plano de Desenvolvimento do Turismo, o município não poderá capitanear recursos da UNIÃO.

O  plano de desenvolvimento de forma oficial É OBRIGATÓRIO a partir de 2019.

Até o momento não ouvimos falar, não tivemos convite para audiência pública convocada pela Secretaria de Turismo ou de Planejamento para a elaboração ou incio da elaboração do Plano.

Observamos que há a necessidade da criação de um plano que   possua um inventário turístico, que detenha as informações de atrativos tanto naturais quanto culturais existentes na Chapada rural e na área urbana do município, devendo  servir como fonte e direcionamento para empresários que desejam investir em Carolina/MA. Composto também por diagnóstico e prognóstico, o plano  com certeza após elaborado deverá apontar o que precisa ser melhorado no município no que diz desrespeito ao turismo, e direciona a melhor forma de realizar essa mudança.

 

 

http://www.turismo.gov.br/2019.html?id=12362:Portaria-35-de-29-de-janeiro-de-2019

Turismo sem regras causa danos ao Parque Nacional dos Lençóis Maranhenses (MA)

foto-lencois-1
Belezas naturais dos Lençóis Maranhenses podem se tornar Patrimônio Natural pela Unesco em 2020. — Foto: Reprodução/TV Mirante

No Parque Nacional dos Lençóis Maranhenses o maior impacto causado pelo turismo também é resultado do uso de veículos 4×4. O acesso principal ao parque é feito pelo município de Barreirinhas, distante 250 quilômetros de São Luís, capital do estado. Nos mais de 155 mil hectares protegidos ocorrem três biomas diferentes: Cerrado, Caatinga e Amazônia.

“Pelas condições da região apenas carros com tração 4×4 conseguem circular pelo parque”, explica Danúbia Melo, servidora do parque. “O problema é que existem muitas estradas dentro da área protegida e, com os alagamentos periódicos, novos desvios são feitos a cada dia.”

Um levantamento feito por funcionários do parque aponta que 1 mil hectares da reserva são, hoje, estradas. Essas rotas substituem a vegetação nativa constituindo um tipo de desmatamento. Nas dunas onde não há cobertura vegetal a circulação de veículos é uma ameaça para os ninhos de aves e tartarugas. Além disso, como os veículos circulam também por áreas alagadas, a água das lagoas fica contaminada com o óleo dos motores.

Em 2017 o parque restringiu a entrada de veículos para diminuir o impacto negativo no ecossistema. Carros particulares e excursões em 4×4 pequenos foram proibidos na chamada zona primitiva do parque, que engloba boa parte das lagoas. Hoje, apenas podem circular carros credenciados para condução de visitantes, que transportam mais turistas por vez, e veículos de serviços essenciais à população residente do parque. Para não afetar negativamente a receita gerada pelo turismo, a equipe do parque está impulsionando atividades como o trekking e o kitesurf, que causam menos prejuízo ao meio ambiente.

O Parque Nacional dos Lençóis Maranhenses também experimentou nos últimos anos um aumento no número de visitantes. Em 2018 foram 126.364 visitas, um aumento de 72% em relação ao ano anterior.

“No entanto, apenas no ano passado, com a implantação do voucher digital da prefeitura de Barreirinhas, tivemos números de visitação mais consolidados”, explica Danúbia Melo. “Antes disso o número de visitantes era uma estimativa feita a partir dos dados enviados pelas operadoras de turismo e da quantidade de veículos de turismo abordados nas ações de fiscalização.”   POR G1

comparativo-parque-nacional-lencois-maranhenses
Parque Nacional dos Lençóis Maranhenses – visitação e orçamento — Foto: Arte/G1

Carolina-MA: Dep. Federal Juscelino Filho visita amigos

DSC_0818.JPG

Em passagem por Carolina_MA, o jovem médico Deputado Federal Juscelino Filho (DEM) Esteve em reunião com o presidente do Sindicato Rural de Carolina, Reginaldo Dias, o empresário Chiquinho Bringel. Bebé do esporte e o Blog Flavio Aires.

No encontro  foi apresentado a programação da Cavalgada Do Sindicato Rural de Carolina que ocorrerá dia 18 de maio de 2019 e feito parceria de participação no evento.

 Juscelino Filho é o Deputado que tem o nome de consenso  para a coordenação de bancada maranhense no Congresso Nacional.

Carolina: Policia Civil recebe novo delegado

56319239_402321867167579_3094636202918150144_n
Reprodução

 Bacharel em direito pela UNB – Universidade de Brasilia, advogado.  concurseiro. Estagioo no STF e no TJDF, Tribunal de Justiça do Distrito Federal. Foi aprovado na DPU 2015 como DF – ANALISTA TÉCNICO-ADMINISTRATIVO. Recentemente teve buscando o sonho de se tornar delegado de policia  ALAGOAS, MATO GROSSO DO SUL(2017), No RIO GRANDE DO SUL. ENTRE OUTROS LOCAIS.

O delegado Henrique Tanaka, foi aprovado nos seguintes concursos para Delegado: em primeiro lugar no Amapá, passou No Mato Grosso, No Mato Grosso do Sul, no Rio Grande do Sul e em sexto lugar no MARANHÃO, ele escolheu o Maranhão…desejamos um ótimo trabalho para o novo delegado de Carolina com o apoio de toda comunidade e de todos Maranhenses.

Ao novo Delegado de Policia Civil de Carolina, desejamos boa sorte em sua nova missão e que haja de forma imparcial e em favor do cumprimento da LEI.

henrique
Página 33 da Executivo do Diário Oficial do Estado do Maranhão (DOEMA) de 15 de Março de 2019

Por meio da PORTARIA Nº. 79/2019 – DG/PC/MA, O DELEGADO GERAL DE POLÍCIA CIVIL, no uso de suas atribuições legais, com base na Portaria nº. 683/2010/GAB/ SSP, de 22.04.2010, publicada no Diário Oficial do Estado nº 079 de 27.04.2010, Lotou HENRIQUE HIROYUKI TANAKA GONÇALVES, Delegado de Polícia, 3ª Classe, na Delegacia de Polícia Civil Carolina, pertencente a Delegacia Regional de Balsas, a considerar de 11.03.2019.

*POLÍCIA MILITAR E POLÍCIA CIVIL PRENDE TRAFICANTES EM CAROLINA

IMG-20190325-WA0163

 

Polícia Militar e Polícia Civil, em Carolina , após fazer o monitoramento de Marcelo Ramos Carvalho, (Marcelo Pica-pau) 34 anos, que estava abastecendo várias bocas de fumo em Carolina e após o mesmo sair da residência de Mônica Gomes da Silva, 20 anos, onde havia deixado uma quantidade de drogas no local. A PM e A PC, fez buscas e marcelo foi localizado, na abordagem foi encontrado uma porção de maconha. Na residência de Mônica a mesma confessou trabalhar para Marcelo e na casa do vizinho e comparsa Dante Pereira da Silva, 60 anos foi encontrado 18 pedras de crack prontas pra comercialização e uma pedra grande da mesma droga. O trio foi encaminhado à Delegacia para providências.
*Polícia Militar e Polícia Civil para servir e proteger*

IMG-20190325-WA0162