Policia Civil prende Pai acusado de estuprar a filha

16300063_1236190479804178_3569633224655152587_o

Policias Civis do 2º Distrito Policial, prenderam na tarde de quinta feira( 26) pai acusado de estupro de vulnerável, Artigo 217- A, contra a própria filha, Francisco Nascimento de Lima. Foi preso em cumprimento a um Mandado de Prisão Preventiva, da 4ª Vara Criminal, expedido pelo Juiz Wellington Sousa Carvalho, a prisão decorrente de Sentença Condenatória.
O mandado de Prisão tinha validade até 6 de junho de 2034, Francisco Nascimento, foi preso no Bairro JK, ele estava morando com a esposa e mais outra filha menor, consta no Mandado de Prisão que o crime contra a menor teria sido praticado no ano de 2012. Outras três filhas menores do acusado estão sobre cuidados de uma entidade de amparo a menores.
Francisco, foi apresentado no Plantão Central da 10ª Delegacia Regional de Segurança, na manhã de sexta-feira será encaminhado para um das Unidades Prisionais de Ressocializações, o acusado não quis falar sobre o crime que é denunciado.

Fonte: Correio Popular- Antonio Pinheiro

Preso por roubo a banco é liberado para fazer concurso da Polícia no MA

Luiz Carlos saiu com tornozeleira para fazer teste de aptidão física de certame.

sem-titulo-1-6

preso da Polinter em Teresina deixou a cadeia nesta quinta-feira (26) para fazer prova de concurso da Polícia Militar do estado do Maranhão. O desembargador Pedro de Alcântara Macedo, do Tribunal de Justiça do Piauí, concedeu habeas corpus para Luis Carlos Rodrigues de Oliveira, preso em dezembro de 2016 suspeito de integrar uma quadrilha especializada em explosões de caixas eletrônicos e assaltos a bancos no Piauí e Maranhão.

De acordo com o coordenador da Divisão de Capturas (DICAP) da Polícia Civil, delegado Cadena Júnior, Luiz  Carlos saiu com tornozeleira eletrônica para fazer o teste de aptidão física do concurso da PM do Maranhão, que está marcado para esta sexta-feira às 19h.

A defesa de Luis Carlos argumentou no pedido de liberdade que ele é paide filho de 11 anos, possui esposa acometida com grave enfermidade e por ter sido convocado para realizar teste de aptidão física no concurso da PM.

O delegado Cadena acredita que o candidato, caso seja aprovado no teste de aptidão, dificilmente conseguirá assumir a vaga de militar, pois ele espera que o mesmo seja reprovado na fase de investigação social.

G1

Carolina_MA não pode conveniar com o Governo do Estado

Informação é do TCE-MA. Caso haja acordo com os demais 183 municípios, governo e prefeituras serão rigorosamente punidos 

download

Dos 217 municípios do Maranhão, apenas 34 estão aptos para conveniar com o Governo do Estado. Os demais 183 apresentam irregularidades relacionadas ao Portal da Transparência e, consequentemente, ao cumprimento da Lei de Responsabilidade Fiscal (LRF), o que lhes impede de realizar convênios. A informação foi publicada em primeira mão pelo blog do Gláucio Ericeira. O jornalista entrevistou o presidente do Tribunal de Contas do Estado (TCE), conselheiro Caldas Furtado, que confirmou que o órgão irá exigir dos municípios a adequação imediata da LRF para que possam voltar a conveniar. “Este será o primeiro Carnaval da Transparência. Aquele que não se adequar ao que é exigido pela Lei de Responsabilidade Fiscal, estará impedido de conveniar”, declarou Caldas Furtado. Caso haja descumprimento da orientação, tanto o Município que celebrar convênio quanto o Governo do Estado serão rigorosamente punidos. O alerta foi feito pelo próprio Caldas. Ele esclareceu que o objetivo do TCE-MA com a medida não é o de penalizar a prefeitura ou gestor, mas fazer com que os dispositivos de transparência sejam rigorosamente cumpridos. “Possuímos corpo técnico qualificado para orientar o prefeito e ajudá-lo a se adequar ao que determina a lei. Queremos contribuir com as administrações e precisamos que elas tenham esse interesse recíproco”, finalizou.

Segundo o TCE-MA, estão aptos a celebrar convênios apenas os municípios de Açailândia, Apicum-Açu, Arari, Barão de Grajaú, Barra do Corda, Bom Lugar, Buritirana, Cantanhede, Caxias, Cidelândia, Codó, Coroatá, Dom Pedro, João Lisboa, Lago dos Rodrigues, Matinha, Matões do Norte, Monção, Olho D’água das Cunhas, Passagem Franca, Pedreiras, Poção de Pedras, Raposa, Ribamar Fiquene, Rosário, Santo Antônio dos Lopes, São Bernardo, São Domingos do Maranhão, São Luís, São Mateus do Maranhão, Timbiras, Trizidela do Vale, Tuntum e Viana. 

 

PM apreende 60 bananas de dinamites em veiculo após capotamento

Dinamite-1.jpeg
Policiais Militares da 5ª Companhia independente de Açailândia, lotados em São Pedro da Água Branca sob o comando do Sargento Rafael, apreenderam na tarde do último domingo (22) um saveiro vermelho placa: OZN-8314 de Salvador – BA, recheado com aproximadamente 60 bananas de dinamite dentro da lataria do veículo.
Diante da grande incidência de assaltos a banco ocorridos no interior do maranhão e estados adjacentes, a principal suspeita é que a dinamite apreendida seria utilizada para explodir bancos da região.
Por Noticia da Foto

Boletos bancários vencidos poderão ser pagos em qualquer banco a partir de março

Previsão da Febraban é que mudanças comecem a valer a partir de março nos bancos e correspondentes bancários que aderirem à nova plataforma.

images.png

Quem perder o prazo para pagar algum boleto poderá procurar qualquer banco ou correspondente bancário que tiver aderido à nova plataforma de pagamentos a ser implementada a partir de março, segundo previsão da Federação Brasileira de Bancos (Febraban).

“A Nova Plataforma de Cobrança trará benefícios para o consumidor e para a sociedade, como maior facilidade no pagamento de contas vencidas, além de evitar o envio de boletos não autorizados”, afirma Walter Tadeu de Faria, diretor-adjunto de Negócios e Operações da federação.

De acordo com a associação, o sistema atual de cobrança funciona há mais de 20 anos e precisava ser atualizado. Com a mudança, além do pagamento após vencimento em qualquer agência bancária participante, a nova plataforma permitirá a identificação do CPF do pagador, facilitando o rastreamento de pagamentos.

Quando o consumidor fizer o pagamento, será feita uma consulta à nova plataforma para checar as informações. Se os dados do boleto coincidirem com aqueles que constam no sistema a ser implantado, a operação é validada.

“Se houver divergência de informações, o pagamento do boleto não será autorizado e o consumidor poderá realizar o pagamento exclusivamente no banco que emitiu a cobrança, uma vez que essa instituição terá condições de fazer as checagens necessárias”, afirma a Febraban.