#OS IMORAIS E O BOLSA FAMÍLIA Carolina-Ma 2013

O BOLSA FAMÍLIA é um programa de transferência de renda destinado às famílias em situação de pobreza e extrema pobreza, com renda per capita de até R$ 140 mensais, que associa à transferência do benefício financeiro do acesso aos direitos sociais básicos – saúde, alimentação, educação e assistência social.
Através do BOLSA FAMÍLIA, o governo federal concede mensalmente benefícios em dinheiro para famílias mais necessitadas.

Em Carolina-Ma além de servir para esse fim também tem dado um acréscimo a quem também não se encaixa nessas condições.
Em uma pequena pesquisa no sistema de beneficiários foram encontrados dezenas de pessoas que além de não precisarem, mentem e retiram o direito a quem realmente necessita desse auxilio.
Falta de caráter??? Ou por ver todos os dias Políticos saquearem os cofres públicos, se acham também nesse direito de enganar, mentir e usar aquilo que pertence a quem necessita??

Há um caso em especial que me chamou a atenção, funcionária Pública Municipal de Carolina, Concursada e Homologada em concurso Público municipal ultimo, desfilava pelas ruas e com microfone nas mãos acusando o ex prefeito de LADRÃO, CORRUPTO e outros desaforos hoje se encontrar trabalhando em repartição na zona urbana apesar de ser lotada no Itapecurú, constar como BENEFICIÁRIA DO BOLSA FAMILIA.
Telhado de vidro… Marido trabalhando na mesma repartição, NEPOTISMO… e recebendo BOLSA FAMILIA… Bonito!!!! Se não fosse IMORAL.

Casos de empresárias também estarem recebendo o Bolsa Família, Professoras ainda estarem na lista, Funcionária de banco, assessor da prefeitura.
É tanta desonestidade que causa revolta.
A necessidade é resolver a POBREZA DE ESPIRITO DESSAS PESSOAS.
Para não agredir familiares, filhos e causar agressões por parte da população, apresentarei Iniciais do Nome e parte do NIS – Número de Identificação Social.
O resto fica por conta dos órgão de fiscalização do Bolsa Família.
NIS – NOME
166.01366xxxxxx C.S.N – BANCO
212.14491XXXX E.C.A.G ESCOLA
160.21683XXXX F.P.S PREFEITURA
190.14400XXXX F.C.B.R EMPRESÁRIA
163.05704XXXX J.M.B EMPRESÁRIA
201.43297XXXX N.T.C PREFEITURA
126.73527XXXX R.S.A ESPOSA DE EMRPESÁRIO
165.96879XXXX S.M.A.G ESPOSA DE EMPRESÁRIO
124.76648XXXX V.M.M ESPOSA DE EMPRESÁRIO
166.51202XXXX V.S.S PREFEITURA

Apenas começamos, esperamos que os órgãos de fiscalização avalie e verifique quem realmente necessita, pois o programa BOLSA FAMILIA destina-se a transferência de renda às famílias em situação de pobreza e extrema pobreza FINANCEIRA e não DE EXTREMA POBREZA DE ESPIRITO.
bolsa familia

Anúncios

Suspeita de superfaturamento Prefeitura Municipal de Carolina 2013

MAIS DE MEIO MILHÃO DE REAIS EM FESTINHAS.

Em apenas dois eventos municipais, Prefeitura Municipal de Carolina gastou de acordo com o que foi apresentado no Diário Oficial do Estado do Maranhão DOEMA de 14 de março de 2013 por meio de Resenha de Contrato entre a Empresa Colibra Construção locação e serviços LTDA, empresa também suspeita, até porque é de propriedade do irmão do então Secretário de Finanças e a Prefeitura Municipal de Carolina a quantia de R$ 271.800,00(duzentos e setenta e um mil e oitocentos reais.
Com locação de palco para uma área onde já tem palco, contratação de banheiros químicos que não vimos disponibilizados nos locais e bandas sem expressão alguma no cenário regional ou local.
O outro suspeita de superfaturamento e uso de notas para esquentar o evento, foi a contratação da W.T. Pires – ME pelo valor de R$ 249.750,00 para o evento Junino.
Estruturas Pífias, eventos medianos e um valor astronômico.
Somando ai em apenas dois eventos uma quantia suspeita de R$ 521.550,00 (quinhentos e vinte e um mil quinhentos e cinqüenta reais)
Fazendo uma breve comparação de acordo com matéria vinculada no site (http://landisvalth.blogspot.com.br/2013/09/superfaturamento-em-shows-de-artistas.html) também sobre superfaturamentos de shows no Estado do Ceará, bandas como Skank cobrou de cachê a quantia de R$ 85.000,00 para evento na cidade de Bonito (MS).
O show de Jorge Vercillo, por exemplo, custou R$ 135 mil aos cofres cearenses. O cantor, contudo, havia se apresentado no mesmo ano em Itajaí (SC) por R$ 15,7 mil e, em Fortaleza, por R$ 35 mil.
Zélia Duncan tocou por R$ 140 mil no festival, mas na Paraíba cobrou R$ 37 mil.
Caracterizando também superfaturamento.

Em Carolina-Ma, não houve shows nessa linhagem, mais os valores pagos também são escandalosos para uma cidade sem renda própria e que vive à custa de FPM (Fundo de Participação Municipal) e que de acordo com foliões uma banda com o nome sugestivo- PINOTE teria salvado o carnaval 2013.
Confira: http://www.youtube.com/watch?v=X-kehLBwj3Y&hd=1

Em matéria assinada no portal Maranhãonews, dá-se conta que a empresa ganhadora é mais uma que existe apenas no papel, empresa para esquentar nota para prefeitura e com outros agravantes. Reveja:
http://maranhaonews.blog.com/2013/02/18/denuncia-de-fraude-em-carolina-prefeito-ubiratan-juca-pode-ter-beneficiado-irmao-de-secretario-de-financas-em-negociata-de-r-271-mil/

http://maranhaonews.blog.com/2013/04/08/prefeitura-e-camara-fraudes-e-roubalheira-em-licitacoes-e-contratos-ultrapassam-r-470-mil-em-carolina/
Casos como esse, devem ser investigado pelo Grupo de Atuação Especial de Combate ao Crime Organizado (Gaeco) e pelo Ministério Público do Estado do Maranhão e Tribunal de Contas do Maranhão, pois uma cidade onde o Prefeito alega miséria, atribue culpa disso ao ex gestor, que vive mais viajando com um pires na mão batendo de porta em porta dos gabinetes do Palácio dos Leões na tentativa de arrecadar verbinhas, para tentar cumprir suas promessas de campanha, é INADIMISSIVEL um desperdício de tanto dinheiro público com shows de terceira categoria e sem a estrutura relatada para enriquecimento de amigos e parentes.
Com a Palavra o MINISTÉRIO PÚBLICO DO ESTADO DO MARANHÃO E TCE- TRIBUNAL DE CONTAS DO ESTADOcarn

carna8

carnaval 2013 face

carval 2

10 meses de mandato… UM DESASTRE…

“Toda unanimidade é burra, quem pensa com a maioria não precisa pensar…” Nelson Rodrigues.

A aqueles que ainda, ainda acreditam nas promessas do atual prefeito de Carolina-Ma, é hora de repensarem… Talvez se afligirem ou até mesmo saírem do arrependimento. É hora de cobrar…
Mesmo você tendo ‘ainda’ a promessa do então emprego, da então reforma da casa ou do pagamento das dividas familiares se não tomar uma atitude ficará só na promessa e na ilusão.
Os prefeitos anteriores são de responsabilidade da justiça, através do Ministério Público, que vem tomando suas providências, não minha, não sua.
O prefeito atual, colocado por você é de sua obrigação e responsabilidade, ele é a bola da vez.
Faço aqui meu papel exercendo meu legítimo e constitucional direito de livre expressão como eleitor, nunca escondi de ninguém minha crença de que o futuro político do atual prefeito não será diferente dos seus genitores (pai e mãe), a INELEGIBILIDADE… mas nem por isso cobrarei e mostrarei a corrupção tão falada e combatida nos palanques, rádios e jornais de Carolina-Ma durante os 8 anos passados pelo atual governo da cidade e que hoje desastrosamente em apenas 10 meses vem mostrando que piores fazem e com tanta ironia que não apagam os rastros confiantes na impunidade, impunidade essa, que carregam sorridentemente, já que é FICHA-SUJA e seguidores da descrença na Justiça, ou crença até demais…
Recentemente vi um comentário de um nobre vereador no facebook -Cidade em Ação – de um novo vereador, visto nas ruas como traidor, pois passou 8 anos em Carolina-Ma nas barras da saia do antigo governo, ditado pela cartilha do antigo prefeito, se beneficiando e aos seus e que agora ELEITO, com o suporte do antigo prefeito, se julga fora das cobranças que ele mesmo profere.
Falar do passado por não ter competência e atitude para fazer algo no presente é o primeiro passo para confissão de culpa e de incompetência.
MOSTRE PARA O QUE VEIO E COMBATA O QUE ESTÁ SENDO MOSTRADO DE ILICITO.
Cobrar passado, passado esse a qual fez parte, é função do MINISTÉRIO PÚBLICO ESTADUAL E FEDERAL E DA JUSTIÇA.
Tenho as seguintes considerações:
O referido vereador participou do governo que ele classifica como desastroso…
O referido vereador tinha, no mínimo, um parente em 1° grau ocupando cargo no primeiro escalão do governo que ele considera desastroso…
Diante das respostas que não tenho, humildemente pergunto:
Se o referido vereador fez parte do governo que considera desastroso, estaria ele admitindo ter participado do “desastre”???
Não seria falta de ética criticar os companheiros de outrora???
Quem fala mal de governos anteriores que fez parte, no futuro poderá falar mal do atual governo que está fazendo parte, caso mude de lado mais uma vez???

TRAIDORES SEMPRE SERÃO TRAIDORES…
Mais lembrem: Se algumas pessoas se afastarem de você, não fique triste, isso é resposta da oração: “livrai-me de todo mal, amém”.

images (5)

PREFEITURA MUNICIPAL DE CAROLINA- SUAS EMPRESAS E LICITAÇÕES

Em pouco tempo de administração pública do atual governo do Município de Carolina -2013, observamos total desrespeito À coisa Pública e uma má fé em conduzir o dinheiro público.
A corrupção corrói a dignidade do cidadão, contamina os indivíduos, deteriora o convívio social, arruína os serviços públicos e compromete a vida das gerações atuais e futuras. O desvio de recursos públicos não só prejudica os serviços urbanos, como leva ao abandono obras indispensáveis às cidades e ao país. Ao mesmo tempo, atrai a ganância e estimula a formação de quadrilhas que podem evoluir para o crime organizado e o tráfico de drogas e armas. Um tipo de delito atrai o outro, e quase sempre estão associados. Além disso, investidores sérios afastam-se de cidades e regiões onde vigoram práticas de corrupção e descontrole administrativo.
Os efeitos da corrupção são perceptíveis na carência de verbas para obras públicas e para a manutenção dos serviços da cidade, o que dificulta a circulação de recursos e a geração de empregos e riquezas. Os corruptos drenam os recursos da comunidade, uma vez que tendem a aplicar o grosso do dinheiro desviado longe dos locais dos delitos para se esconderem da fiscalização da Justiça e dos olhos da população.
A corrupção afeta a qualidade da educação e da assistência aos estudantes, pois os desvios subtraem recursos da merenda e do material escolar, desmotivam os professores, prejudicam o desenvolvimento intelectual e cultural das crianças e as condenam a uma vida com menos perspectivas de futuro.
A corrupção também subtrai verbas da saúde, comprometendo diretamente o bem-estar dos cidadãos. Impede as pessoas de ter acesso ao tratamento de doenças que poderiam ser facilmente curadas, encurtando as suas vidas.
O desvio de recursos públicos condena a nação ao subdesenvolvimento econômico crônico.
Por isso, o combate à desonestidade nas administrações públicas deve estar constantemente na pauta das pessoas que se preocupam com o desenvolvimento social e sonham com um país melhor para seus filhos e netos. Os que compartilham da corrupção, ativa ou passivamente, e os que dela tiram algum tipo de proveito, devem ser responsabilizados. Não só em termos civis e criminais, mas também eticamente, pois os que a praticam de uma forma ou de outra fazem com que seja aceita como fato natural no dia-a-dia da vida pública e admitida como algo normal no cotidiano da sociedade.
Em Carolina-Ma vemos que em vez de procurar cumprir suas promessas eleitorais em benefício da população, os eleitos usam essas mesmas promessas para empregar amigos e parentes, para favorecer aqueles que colaboraram com suas campanhas ou para privilegiar alguns comerciantes “amigos” em detrimento de outros. Grande parte do orçamento do município é orientado em proveito do restrito grupo que assume o poder municipal e se beneficia dessa situação.
Essa Empresa que apresento  abaixo  não é vista nem conhecida em nosso Município , criada em 19 de novembro de 2012, aparenta ser mais uma dentre as ganhadoras em Carolina-ma e criada para ganhar exclusivamente licitações,
Esperamos que o Ministério Público do Estado do Maranhão possa acompanhar, averiguar e cobrar explicações do poder executivo sobre tal contratação.

Estamos falando em uma quantia de R$ 1.134 732,00 ( Hum milhão cento e trinta e quatro mil setecentos e trinta e dois reais) que serviriam para melhorar a qualidade de vida dos cidadãos Carolinenses.
Devemos exigir comportamento ético dos poderes constituídos e eficiência nos serviços públicos.
Um dos direitos mais importantes do cidadão é o de não ser vítima da corrupção. COM A PALAVRA O MINISTÉRIO PÚBLICO ESTADUAL.

pessankapessanka caiuPessanka (2)

PREFEITURA MUNICIPAL DE CAROLINA ABRE LICITAÇÃO PARA OUTDOORS

A Prefeitura Municipal de Carolina – MA, através de seu pregoeiro oficial, informa que encontra – se a disposição de quem possa interessar o Edital do Pregão Presencial nº. 037/2013 , que será julgado pelo menor preço por item, que tem como objetivo a Contratação de empresa especializada para a prestação de serviços na confecção de outdoors diversos, destinados a atender as necessidades do Fundo Municipal de Saúde de Carolina – MA, com a abertura prevista para 01 de outubro de 2013, às 10:00h.OUTDOORS

Desembargador maranhense é condenado à aposentadoria pelo CNJ

O Conselho Nacional de Justiça (CNJ) decidiu aposentar compulsoriamente, nesta segunda-feira (23), o desembargador maranhense Megbel Abdala. O processo foi julgado hoje à tarde.

A condenação – a aposentadoria compulsória é a pena máxima para magistrados – veio após a detecção de irregularidades cometidas pelo hoje membro do Tribunal de Justiça quando ele respondia pela 4ª Vara da Fazenda Pública de São Luís.

Em meados de maio, membros do Conselho Nacional de Justiça (CNJ) passaram pela Vara, colhendo informações sobre processos despachados por ele (veja).

Fontes do blog garantiram à época que o foco das buscas eram decisões que determinavam o bloqueio de altas somas em dinheiro. Por motivo parecido, o mesmo CNJ condenou pela terceira vez o juiz Abrahão Lincoln Sauáia à aposentadoria compulsória .

Megbel tem 64 anos e foi eleito por unanimidade após 26 anos de exercício do cargo na magistratura de 1º grau.

Afastado

Em outro procedimento, o juiz José Raimundo Sampaio Silva, titular do 13º Juizado Especial Cível de São Luís, foi afastado das funções enquanto durar Procedimento Administrativo Disciplinar instaurado pelo CNJ para apurar suposto abuso do direito de defesa praticado pelo magistrado ao julgar pelo menos cinco causas.

Nos processos analisados, o ministro Francisco Falcão, relator da matéria, identificou que o aumento dos valores de multas diárias pode ter ocasionado enriquecimento indevidos de uma das partes.

“Em cinco ocasiões o reclamado foi responsável pela prolação de decisões que acarretaram o pagamento de quantias substanciais […] Processos corriqueiros, como milhares diariamente aforados perante o Judiciário brasileiro, mas que terminaram por representar causa de enriquecimento indevido de uma das partes”, despachou.megbel

Abertas as inscrições para a 12ª Oficina para Inclusão Digital e Participação Social

A partir de hoje, estão abertas as inscrições gratuitas para a 12ª Oficina para Inclusão Digital e Participação Social, que este ano acontece em Brasília, entre 11 e 13 de dezembro.

Realizada desde 2001, em diferentes cidades do país, a Oficina para Inclusão Digital e Participação Social tem como eixo fundamental a inclusão social, e é um espaço de discussão de políticas públicas, estratégias e diretrizes de ações que promovem a apropriação das tecnologias digitais pela população. O evento é aberto a todos os interessados que buscam mais informações sobre as temáticas e também aprimorar seus conhecimentos práticos na área, pois além das plenárias e debates, a Oficina conta também com workshops.

Bolsa Auxílio-Participação

Um número ainda não definido de atores da Inclusão Digital e da Participação Social, representantes de iniciativas de todas as regiões do país, deverá ser beneficiado com custeio da participação. O volume de benefícios concedidos dependerá da arrecadação de apoios ao evento, ainda em andamento, e cobrirá custos com passagens, hospedagens e/ou alimentação. Para concorrer ao apoio, é preciso inscrever-se no Formulário de Solicitação de Bolsa Auxílio-Participação até o dia 9 de outubro.

Chamada de trabalhos

A programação do evento, ainda em construção, também tem chamada de colaboração aberta. Ativistas interessados em compartilhar conhecimentos e experiências apresentando palestras, oficinas, casos, ou promovendo debates podem enviar suas sugestões através do Formulário de Chamada de Trabalhos.

As inscrições para o evento ficam abertas até a lotação esgotar. Já a chamada de trabalhos, assim como a solicitação de bolsa, fica aberta até dia 9 de outubro.

A 12ª Oficina para Inclusão Digital e Participação Social é uma iniciativa das organizações não-governamentais Avesol (RS), Programando o Futuro (GO), Coletivo Digital (SP), Instituto NUPEF (RJ), Cidadania Digital (RS), Projeto Saúde & Alegria (PA), Sampa.org (SP) e Associação Software Livre.Org.

Inscreva-se já! http://oficinainclusaodigital.org.br/inscricoescapa_site